Secretário de Trabalho de Caxias recebeu o auxílio emergencial do governo Federal.

Informação foi confirmada pela assessoria da Secretaria Municipal de Trabalho.

23/07/2020 21:12:08 2 comentários

Nome do secretário do Trabalho Phlippe Cezar Gomes Branquinho, consta como beneficiário do Auxilio Emergencial do governo federal que serve para auxiliar pessoas de baixa renda. Além de secretário, Philippe Cezar Gomes Branquinho também é sócio de uma empresa de construções com sede no Maranhão.

21_07_2020_app_auxilio_emergencial-3

O auxilio emergencial do governo federal, que disponibiliza entre 600 reais e 1200 para pessoas de baixa renda, micro empreendedores e desempregados tem sido alvo de polêmicas ao redor do Brasil por pessoas que receberam o auxílio de forma indevida.

asdasdasdasd (1)  

(FONTE: Site da prefeitura)

Apesar de ter sido gerente em diversas grandes empresas, o que conota um certo poder aquisitivo, o Secretário Municipal de Trabalho da prefeitura, Phlippe Cezar Gomes Branquinho, solicitou o auxílio emergencial e inclusive já recebeu a primeira parcela, como mostra o Portal da Transparência do governo federal.

Sem título (1)(FONTE: http://portaltransparencia.gov.br/beneficios/auxilio-emergencial/9081919?ordenarPor=mesDisponibilizacao&direcao=desc))

De acordo com nota da assessoria de comunicação da secretaria municipal de trabalho (Leia na integra no final da página), foi o próprio secretário que realizou a solicitação, mas isso antes de tomar pose. Ainda de acordo com a nota, depois de se tornar secretário Phillippe teria pedido o cancelamento do auxílio, o secretário ainda chegou a receber a primeira parcela, mas devolveu. 

O que ainda não está claro é o que motivou um gerente empresarial com um currículo de sucesso solicitar o Auxilio Emergencial. Além de secretário, Philppe também consta como único sócio da empresa “Construções Gomes Branquinho”, que leva seu sobrenome e tem sede em Alto Alegre-MA, e uma filial em Pedreiras-MA. De acordo com resultados da pesquisa do CNPJ, a empresa tem um capital social de 300 mil reais, e tem a faixa de faturamento entre 240 mil reais a 2 milhões e 400 mil reais, e a empresa já está na ativa desde 2004. 

sadasdasdasdasdasda(FONTE: https://www.cnpj.world/empresa/construcoes-gomes-branquinho-ltda/cA5wei8C)

São duas dúvidas inquietantes: o que motiva um gerente empresarial de sucesso e sócio de uma empresa com faixa de faturamento milionária solicitar o auxílio emergencial de 600 reais, e como uma pessoa com esses requisitos teve sua solicitação analisada e aprovada pelo governo federal enquanto várias pessoas de baixa renda tiveram seus auxílios negados?

 

 

 

SEGUE NOTA DA ASSESORIA DE COMUNICAÇÃO DA SECRETARIA DE TRABALHO:

“Sr. Paulo Henrique;

  Nesta segue

Em virtude da afirmação feita pelo Sr. Paulo Henrique, programa Linha de Frente e Blog do PH, sobre a constatação do nome do excelentíssimo senhor Secretário do Trabalho Philippe Cesar ao benefício do Auxílio Emergencial programa concedido pelo governo federal a pessoas de baixa renda, trabalhadores autônomos e ademais, faz-se importante esclarecer que:

1) O benefício é concedido a pessoas que estejam em alguma vulnerabilidade social, desempregados ou trabalhadores autônomos, que não possuem renda fixa. Porém, vale salientar, que o nobre jornalista, deveria ter feito uma busca mais assídua, no que tange as datas concernentes ao ato de solicitar o auxílio. Visto que, o secretário estava desempregado na época, longe das funções que hoje às exerce.

2) Tornando-se Secretário, de imediato, o Sr. Philippe, solicitou a EXCLUSÃO DO SEU NOME DO BENEFÍCIO, bem como, o ressarcimento ao Governo Federal, no qual as parcelas recebidas foram devolvidas, e com acréscimo de valor.

3) Ressaltamos que, a ética profissional do jornalista é procurar buscar as informações com o devido respaldo, para que não seja noticiada informações tendenciosas, como está a qual está sendo respondida devidamente. 

Cordialmente;

Assessoria de Comunicação.”

 


Deixe seu comentário


Comentários


25/07/2020 18:48:43

Ricardo Romão

Parabéns pela matéria. Rodando a nível nacional



24/07/2020 12:03:32

Ramon Pereira

Uma vergonha um empresário rico pedindo o dinheiro que devia ir pra quem tá precisando


Desenvolvido por:
c2 tenologia web